quinta-feira, 31 de março de 2011

quarta-feira, 30 de março de 2011

EGO

Não sei sinto-me confusa, parva, inútil, sei lá. GRRR
No meio de tanto adjectivo só consigo encontrar defeitos. Talvez seja politicamente correcto dizer que não sou perfeita, aliás ninguém o é, Mas sinto uma raiva dentro de mim, por não ser a amiga perfeita, a filha perfeita, a namorada perfeita, a aluna perfeita, sei lá. Gostava de ser perfeita. Mas onde está a perfeição? Por vezes tenho a noção de que algo está a acontecer á minha volta e que nem sequer dou por isso. Ouço as mesmas musicas, saiu com as mesmas pessoas, faço sempre a mesma rotina (acordar, comer, escola, sair, casa, comer, escola, sair, casa) No meio disto tudo não consigo encontar-me comigo mesma, será possível durante estes 17 anos ainda não saber quem sou, para onde vou e o que quero?Será que estou errada, ou certa? Será que é verdade ou mentira? Sei lá acho que ainda sou nova demais para sofrer desta maneira, tantas perguntas, tantas questões e nenhumas respostas. TEnho a cabeça a mil. Desculpem mas hoje não, hoje não consigo nem sequer escrever algo que me faça rir, ou chorar. Hoje tirei o dia para pensar em mim mesma.
A minha maquilhagem já nem sai perfeita, o meu baton borrasse facilmente, os meus saltos partem-se com facilidade. Quem sou? para onde vou?

terça-feira, 29 de março de 2011

verbalmente correcto


Será que á pessoas que só sabem falar de amor? Então hoje eu alimento-me pelo amor da amizade sabem o que significa? Calculo que não saibam, pois pensam demasiado com o coração e pouco com a cabeça. Hoje tenho o que sempre desejei, amigos, festas, bebida, smoking, Vida, liberdade, respeito e principalmente uma familia. Se isto não for amar então vocês não amam. Há realmente pessoas que ainda me conseguem fazer felizes agradeço-vos não por um abraço, por uma palavra amiga, mas sim pela lealdade que mantemos. Obrigado Marta Safoeiro, Catarina Tibério, Ana rita, Filipe Pé-Curto, Matilde Mateus, Jéssica Leonardo, Ana filipa silva, Tomás monteiro, entre outros. Mas principalmente estes em que sei plenamente que aqui sim existe o verbo amar e não o verbo trair.
Então aprende a amar e não a tarir, pois quem ama não se rende.

domingo, 27 de março de 2011

curta metragem




Tenho saudades vossas, saudades de irmos ao RIO SUL a ver os melhores filmes, saudades de passar 3 semanas ao vosso lado, a partilhar emoções, a partilhar sorrisos e desabafos. Vim para o meu mundo e apercebi-me que aí tinha feito grandes e verdadeiros amigos, que apesar de estar longe mantiveram contacto comigo, via msn e telemóvel.
Vou estar ai este FDS,e para isso vou levar a máquina comigo par recordar os momentos passados. Lembram-se da festa em paio pires? Ok foi a melhor sem dúvida, estar com a minha irmã e estar com vocês, vez com que valoriza-se mais aqueles que me são queridos.
Obrigado pelo carinho, pelo conforto e pela hospitalidade.
Até um dia

vida





In the arms of the angel
Fly away from here
From this dark cold hotel room
And the endlessness that you feel
You are pulled from the wreckage
Of your silent reverie
You're in the arms of the angel
Maybe you find some comfort here

Matilde ♥



Há muito tempo que sentia que tinha de escrever para ti, sei o quanto já sofrestes por pensares tanto com o coração e não tanto com a cabeça. Ouves-me, das-me concelhos e abres-me os olhos, posso até ter-te conhecido á pouco tempo e daí? desde quando uma amizade tem de ter tempo? O tempo que ela dura somos nós que decidimos.
Sinto-me bem quando estou contigo, quando falamos, rimos ou até choramos. Quando te mando sms e tu dizes-me " precisava mesmo de ouvir isto obrigado por tudo" E eu só me apetece ir ter contigo agarrar-te e poder dizer-te o quanto és importante.
Se á pessoas que te querem deitar a baixo não vão conseguir, pois os teus amigos vão proteger-te. Não consigo exprimir o que significas para mim, estás sempre ao meu lado, nunca me metes-te de parte e sabes bem o quanto isso é importante para mim.
Quero seguir o caminho contigo, quero atirar pedras ao lago contigo como os miúdos faziam, quero saltar á corda, dar outra utilidade á corda sem ser o suicídio. Sabes bem que vou estar aqui para um abraço, uma palavra ou até mesmo um volto já.
Matilde Mateus é estranho como entraste tão rápido e tatuas-te o meu coração com palavras bonitas.
Quero um hoje, um amanhã e um sempre ao teu lado. Amo-te♥♥♥

Amar é uma razão




O amor falou a razão: porque você sempre discorda de mim?
Porque eu sei que aquele que se entrega para ti sempre fica mal no final.
O amor então questionou: como assim? Porque dizes isto de mim?
Quem ama fica chato. Fica o tempo todo imaginando, suspirando e sonhando... Respondeu a razão com o seu ar imponente.
Mas o amor não se fez de rogado e perguntou: E o brilho que eu deixo no olhar? Isso também consegue te incomodar?
Eu só sei que toda vez que tu chegas o apaixonado se perde de mim e eu me canso de falar e ele não consegue me escutar, pois só quer saber de amar.
Ora essa tu estais a exagerar! Eu duvido que não seja possível amar e raciocinar.

forever young



Conseguis-te fazer com que a minha vida desse uma volta de 360º. Agora é contigo que quero estar ♥ Quero que os meus olhos se encontrem com os teus no caminho da verdade.

apaixono-me demasiado depressa


será isto tão mau como parece?

sexta-feira, 25 de março de 2011

Sem nome

Foi há cerca de 4 o melhor acampamento da minha vida, conheci pessoas como tu que ainda hoje tenho saudades daqueles momentos.
Conheci-te naquele dia e desde ai andei os dias inteiros contigo no acampamento, era difícil desligar-me assim de ti. começou tudo com uns olhares atrofiantes, e trocas de fumos, depois começou por olá como te chamas? desde o slide ao andar de canoas foi tudo bah 5 estrelas.
Agora não tenho palavras, sempre te conheci como aquele amigo, como um irmão praticamente e hoje és o que? Não sei o que és, não sei para onde seguir, não sei para onde olhar. Não sei para onde hei-de ir, não sei o certo e o errado. Queres ir comigo?
Sei que vais dizer que o texto é super lamechas, sei que vais dizer que ainda é cedo e blá blá blá, mas fogo é tão difícil quereres algo e não conseguires ou pensares que não consegues.
Agora tu mandas sms, eu mando sms e é só assim?
Achas normal que eu não consiga fazer a merda de um texto decente porque estou-me a lembrar de tudo? FODA**




"Faço para não pensar
Tento acreditar
Que é passado

Dou por mim a relembrar
Momentos que passamos
Eu e tu

Tu conseguiste
Marcaste-me com o teu jeito
O Tempo passa
E o que me faz querer voltar
Pôr o orgulho p’ra traz
Tudo o que eu quero é voltar
Pôr de parte as coisas más e amar

Finjo não estar nem ai
Mas lá no fundo sou doido por ti
A vida corre, não espera
O dia acaba e um vazio em mim"

quarta-feira, 23 de março de 2011

Dear J




Tudo o que vivemos foi uma história inacabada, vejo-me entre a folha e o papel, entre o dia e a noite, entre o amanha e o ontem entre o passado e o futuro, mas diante isto pergunto-me onde me encontro contigo.
Aventuras, contradições, sentimentos, ódio, amor, entrega foi tudo isto? Parecia tão real, mas tornou-se um ódio constante, uma história sem um final, um dia sem horas.
Era tudo mágico, acreditava no amor no verbo amar,

em tudo. Cai em erro, voltei a cair, confiei e desconfiei, julguei e amei, mas para quê tanta dor e tanto sentimento se sabia que era algo impossível. Foram 5 anos de traições de mágoa, mas ao mesmo tempo 5 anos a acreditar numa mentira. É melhor assim é melhor tu estares no teu canto e eu no meu com a chuva a bater-me nos pés, com o meu sorriso quebrado, com o olhar escondido que tu tanto gostavas. Não sei que sentir, não sei que escrever. Ouço a mesma musica, penso nos mesmos momentos vividos contigo, penso sempre no mesmo mas nunca no sempre.
Se o sempre é eterno porque não somos imortais? Talvez o sempre não seje eterno, mas sim temporariamente vivido por pessoas imortais...
Se o gelo se quebra quando estamos juntos, se me gozas, se me usas, se me matas, se me mentes, se trais, mas se magoas não vou ser eternamente tua, não vamos ter momentos, não vou cair nos mesmos erros e não vou crescer para ti. Amar é um verbo digno desse mesmo sentimento e para tal temos de saber pegar no guião certo e ler o texto correcto para conquistarmos o coração, acabas-te por tornar o que era bom em algo MAU, tornas-te o meu sorriso em algo maléfico, tornas-te uma criança em mim mais madura. Agora com o tempo só tenho a certeza que já não serei TUA.
Estou farta de ouvir as mesmas desculpas, as mesmas palavras, farta de ver as mesmas pessoas. Sê criativo e procura o teu lado melhor se é que tens.
Não quero que penses que escrevi isto para te julgar, humilhar ou criticar, porque o que escrevo aqui são simples mas eternas palavras com dor e mágoa á mistura, o que te escrevo já te o disse.
Não esqueças, não apagues da memória o que existiu no passado, pois o futuro requer outra história.

sábado, 19 de março de 2011

open eyes




Irritam-me aquelas pessoas que não sabem ter ideias próprias, que não se sabem defender com argumentos válidos. Na linguagem dos burros eu diria: "VAI Á MERDA", na linguagem dos civilizados eu dizia: "sai do meu caminho, és bastante pequena e posso pizar-te".
UPS, acabei mesmo por te pizar. HASTA

sexta-feira, 18 de março de 2011

Atenção




Não fales, não afirmes e nem ouses perguntar.

viagem





Divago num mundo diferente de todos os outros, neste meu mundo encontro pessoas complexas, tal como eu. Cada uma destas pessoas que encontrei ao longo do meu caminho, me abraçaram e me deram carinho. As pessoas que já conhecia continuaram comigo outras fugiram como simples leões rabugentos. No meio de tanto barulho e barafunda no mundo, ouvia meu coração que dizia suavemente "cuida dos teus", e os meus eram as pessoas que tinha conhecido pelo o mundo e que me deram carinho sem nunca as ter visto. Mas uma coisa tenho a certeza "Dentro de ti, estão 2 grandes pessoas". Após percorrer grande parte do mundo percebi que as 2 pessoas que estão dentro de mim, são os meus pais, e depois sim, estão espalhados pelo meu corpo todos os amigos que fiz ao longo da minha viagem e aqueles que sempre se mantiveram comigo.
Numa viagem não levas só o teu livro de bolso, não vais só olhando para a janela do comboio ou avião ou até mesmo do carro. Vais sempre com os teus pensamentos e com a tua musica ligada, para puderes pensar nos outros ao mesmo tempo que pensas em ti.
Agora vou seguir sem rumo, volto para dar noticias desta minha viagem.

terça-feira, 15 de março de 2011

Until one day..



Quando as pessoas te julgam pelo o que foste e não pelo que és agora não te revoltas?
Ás vezes necessitas de ficares sozinha para perceberes o quanto erras-te, o quanto as pessoas que eram felizes contigo já não o são por culpa tua, quando o arrependimento bate o sofrimento aumenta, pois olhas para o lado e não vez ninguém que te possa esticar a mão e que te diga "anda, vem comigo...agarra a minha mão". Não ninguém vai ter coragem para o fazer pelo simples facto do que TU já fostes, mas são nesses momentos que tu te recordas vagamente de todos os momentos que já tiveram e passaram juntas como um grupo. As lembranças são mais fortes do que simples folhas escritas num caderno, onde escreves lá tudo o que não tens coragem para o dizer.
Talvez eu seja mesmo cobarde pelo simples facto de virar as costas aos problemas, mas quem sabe se não foi mesmo o melhor para nós, custa-me afirmar que foi difícil e que ainda o é, mas com o tempo tentas arranjar outras pessoas que possam ocupar o lugar dessas mesmas, mas não, não encontras pelo simples facto que ninguém é substituível. É caso para dizer "ATÉ UM DIA"

segunda-feira, 14 de março de 2011